Home / Notícias / ABDA organiza 1º Fórum Nacional de Pessoas com TDAH

ABDA organiza 1º Fórum Nacional de Pessoas com TDAH

Legisladores, políticos, educadores e lideranças da sociedade civil debaterão medidas para a criação de políticas públicas para os portadores do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade
Lutar pelos direitos civis, pela inclusão e pela criação de políticas públicas para os portadores do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade – TDAH é o intuito do 1º Fórum Nacional de Pessoas com TDAH, organizado pela Associação Brasileira de Déficit de Atenção – ABDA, que será realizado no dia 07 de dezembro, em São Paulo.
Intitulado Inclusão, Direitos Civis e Construção de Cidadania, o evento pretende dar voz aos portadores para que contem suas histórias e juntos busquem soluções e caminhos efetivos para a inclusão social. Além dos portadores, legisladores, políticos e especialistas da área de educação também participarão do evento, para que em conjunto seja redigido um Documento Manifesto reivindicando as reais demandas das crianças, adolescentes e adultos com TDAH no Brasil.
De acordo com a Organização Mundial de Saúde o TDAH atinge cerca de 5% da população mundial e é uma das patologias mais estudadas da psiquiatria, porém os portadores ainda não têm garantido direitos de inclusão social e sofrem por falta de acesso a políticas públicas nas áreas da saúde e educação.
“A ABDA, cumprindo sua missão de lutar pelo reconhecimento do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade organiza esse fórum e dá voz a essa grande parcela da população, que merece ser ouvida e ter seus direitos assegurados”, explica a presidente da ABDA Iane Kestelman.
Financiamento Coletivo
Para captar os recursos necessários para a realização do Fórum, a ABDA se uniu à Benfeitoria, empreendimento social de financiamento coletivo (crowdfunding) que transforma ideias e projetos sociais em realidade por meio de mobilização de recursos e estimula pessoas e instituições a fazerem doações para os projetos.
A meta é arrecadar R$ 116 mil para organizar o evento.
Para fazer uma contribuição basta acessar a página da ABDA no site da Benfeitoria (www.benfeitoria.com), que traz todas as informações sobre o Fórum.
“A ABDA entende que o caminho a seguir é a parceria com a sociedade, parceria no sentido de construir projetos por meio de engajamento coletivo, e a Benfeitoria tem esse objetivo de fomentar projetos sociais e culturais que possam transformar a sociedade, tornando-a mais justa e inclusiva”, frisa a presidente da ABDA.
Mobilização social
Como forma de mobilizar e informar a sociedade brasileira sobre o TDAH e o Fórum, a ABDA, juntamente com a agência 6D, produziram um vídeo com portadores contando suas experiências de vida e as dificuldades enfrentadas em consequência do transtorno. Um dos entrevistados é o ator Otávio Muller, diagnosticado ainda criança, mas que com tratamento aprendeu a lidar com o TDAH, mesmo se “envolvendo com 300 coisas ao mesmo tempo”, como ele próprio diz. 
Mais informações acesse o hotsite http://forumnacionaltdah.com.br/
Sobre a ABDA
Fundada em 1999, a associação, sem fins lucrativos, tem a missão de disseminar informações corretas e científicas sobre o TDAH, dar suporte e orientação aos portadores e seus familiares e capacitar profissionais de saúde e de educação quanto ao transtorno.
Informações para a Imprensa
Fundamento Comunicação Corporativa
Erika Rangel – erangel@fundamento.com.br – (11) 5095-3873
Ana Cláudia Dantas – adantas@fundamento.com.br – (11) 5095-3872

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Participe da consulta pública Cancêr de colorretal

VOCÊ SABE O QUE É UMA CONSULTA PÚBLICA? Consulta pública (CP) é um mecanismo de …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas