Home / Notícias / Bahia notifica sete casos suspeitos de febre amarela, diz Ministério da Saúde

Bahia notifica sete casos suspeitos de febre amarela, diz Ministério da Saúde

A Bahia notificou sete casos suspeito da febre amarela, segundo informou nesta segunda-feira (23) o Ministério da Saúde, em nova atualização da doença no Brasil. Dos sete casos notificados, um foi confirmado, cinco estão sob investigação e um foi descartado. Até o momento, não há registro de morte no estado.

Segundo o Ministério da Saúde, os casos foram notificados em três cidades baianas – não foram informadas quais foram os municípios. Foram enviadas 400 mil doses extras para vacinação preventiva da população na área recomendada no estado. “Nós conseguimos doses extras pra gente vacinar toda a população da Serra Geral e do Extremo Sul contra a febre amarela”, garantiu Rui Costa, adicionando que também pediu para Vitória da Conquista, município que recebe muitos visitantes mineiros.

Procurada, a Secretaria do Estado da Bahia (Sesab) afirmou que não tem conhecimento de nenhum caso confirmado no estado. Disse ainda que até o momento foram registrados três notificações de suspeitas na Bahia, todos em Teixeira de Freitas, no extremo-sul.

Em todo país, segundo o Ministério da Saúde, são 421 casos suspeitos, 357 dos quais seguem em investigação. Foram registradas no país 87 mortes em quatro estados e Distrito Federal. Destas mortes, 34 foram confirmadas como sendo causadas pela doença e 53 estão sob investigação. Além da Bahia, foram registrados casos em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Distrito Federal.

Minas Gerais é o estado com o maior número de registros até o momento. Foram 391 casos suspeitos em 39 municípios, com 58 já confirmados. Do total de confirmados, 31 evoluíram para óbitos. Outras 52 mortes continuam em investigação, totalizando 83 óbitos notificados. No estado, o Ministério da Saúde já enviou ao estado 2,4 milhões de doses extras contra febre amarela.

Imunização
Nesta terça, o  secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, e técnicos da Superintendência de Vigilância e Proteção à Saúde, se reunirão com prefeitos e secretários municipais de saúde de cidades da área de atenção.

Desde a semana passada 67 municípios do oeste, sudoeste e extremo sul baiano intensificaram a vacinação contra a febre amarela. A recomendação para imunizar 100% da população foi emitida pela Vigilância Epidemiológica do Estado e considera a proximidade da Bahia com estados que registraram óbitos, como São Paulo e Minas.

O encontro desta terça deve discutir a estratégia para controle da doença e imunização da população. O encontro acontecerá nesta terça-feira (24), a partir das 14h, no auditório da Secretaria de Infraestrutura, no Centro Administrativo, em Salvador.

Dos 67 municípios, 45 estão localizados na área de risco para transmissão da febre amarela silvestre. São eles: Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Bom Jesus da Lapa, Brejolândia, Buritirama, Campo Alegre de Lourdes, Canápolis, Carinhanha, Casa Nova, Catolândia, Cocos, Coribe, Correntina, Cotegipe, Cristópolis, Feira da Mata, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Itaguaçu da Bahia, Iuiú, Jaborandi, Luís Eduardo Magalhães, Malhada, Mansidão, Morpará, Muquém de São Francisco, Paratinga, Pilão Arcado, Remanso, Riachão das Neves, Santa Maria da Vitória, Santa Rita de Cássia, Santana, São Desidério, São Félix do Coribe, Sento Sé, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Sobradinho, Tabocas do Brejo Velho, Wanderley, Xique-Xique.

Os outros 22 registram circulação intensa de pessoas vindas do estado de Minas Gerais. São eles: Alcobaça, Belmonte, Caravelas, Eunápolis, Guaratinga, Ibirapuã, Itabela, Itagimirim, Itamaraju, Itanhém, Itapebi, Jucuruçu, Lajedão, Medeiros Neto, Mucuri, Nova Viçosa, Porto Seguro, Prado, Santa Cruz de Cabrália, Teixeira de Freitas, Vereda, Vitória da Conquista.

Fonte: Correio 24H

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Mulheres na luta contra o câncer

Depois de um mês inteiro dedicado ao combate e à conscientização sobre o câncer de …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas