Home / Notícias / Consulta pública: inclusão no Sistema Único de Saúde (SUS) do ácido ursodesoxicólico no tratamento Colangite Biliar Primária – Conitec

Consulta pública: inclusão no Sistema Único de Saúde (SUS) do ácido ursodesoxicólico no tratamento Colangite Biliar Primária – Conitec

A Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias (CONITEC) abriu uma consulta pública para que todos da sociedade possam dar a sua opinião sobre a inclusão no Sistema Único de Saúde (SUS) do ácido ursodesoxicólico no tratamento da Colangite Biliar Primária.

Através de um dossiê que avalia as evidências de eficácia e segurança, foi solicitado à CONITEC uma avaliação de incorporação do medicamento ácido ursodesoxicólico, devido sua eficácia em alterar a história natural da doença.

A consulta pública está aberta de 4 a 23 de agosto de 2018. Para o envio de contribuições, o interessado deve acessar o site http://conitec.gov.br/index.php/consultas-publicas, sob o nome “Ácido ursodesoxicólico para colangite biliar primária”, consulta número 250000431202018/60 – e seguir as instruções.

Ao acessar o link, dois formulários eletrônicos estarão disponíveis: um para contribuições de cunho técnico-científico e outro para que pacientes ou seus responsáveis relatem suas experiências no uso de medicamentos, produtos e/ou procedimentos. Cada contribuição vale muito!

Esta é a chance que temos para contribuir com a CONITEC na tomada de decisão e disponibilizar uma nova alternativa de tratamento no SUS aos portadores de Colangite Biliar Primária.

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Nível de confiança em saúde depende de transparência do setor, afirma especialista

Conhecimento maior do funcionamento do sistema de saúde brasileiro pode ser solução para mudar cenário …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pular para a barra de ferramentas