Home / Notícias / Doação de sangue: site HemoHeroes pretende captar cada vez mais doadores

Doação de sangue: site HemoHeroes pretende captar cada vez mais doadores

O projeto HemoHeroes surgiu de uma iniciativa do estudante de Análise de Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade Senac Porto Alegre Renan Bastos e mais três alunos da área de TI submetida no programa Aceleradora Ágil, uma parceria ThoughtWorks, PUCRS e Centro de Inovação Microsoft.

Segundo o estudante, a ideia surgiu através de um diálogo sobre doação de sangue, no qual dois integrantes do grupo já eram doadores. Após terem identificado os problemas e deficiências do assunto, resolveram se unir e criar um projeto no qual fomenta-se a conscientização para doação de sangue: “Como o objetivo é salvar cada vez mais vidas e ter novos doadores, nosso propósito é disponibilizar uma nova ferramenta para os bancos de sangue e criar mais conforto aos usuários através de facilidades e transparência” – Relata Bastos. A proposta do site é obter e captar doadores em um sistema único seguro e acessível por todos os bancos de sangue parceiros. Também mantê-los de uma maneira com que as contribuições sejam realizadas continuamente.

Como funciona o portal?

Após os doadores efetuarem o cadastro, os colaboradores são encarregados de chamá-los de acordo com a necessidade dos bancos de sangue. Todas as informações sobre quando podem ser feitos as doações, se o doador está apto a fazer uma nova transfusão e campanhas de doação de sangue, estão disponibilizados e serão lembradas pelo sistema.

De acordo com dados do Heroes Brasil, o país possui um déficit grande de doações de sangue. Atualmente, coleta-se apenas 1,8% da quantidade de habitantes residentes, uma porcentagem ainda muito distante das recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que tem como meta ideal e mínima, respectivamente, 5% e 3,5% da população doando, ao menos uma vez ao ano para se ter um banco de sangue considerado saudável.

Mas esta realidade aos poucos pode ser mudada, através de iniciativas como a dos alunos. Segundo Renan, desde a criação do site foram feitas buscas nos hospitais e bancos de sangue para identificar se o projeto estava realmente dando certo: “Fizemos uma pesquisa para saber dos resultados efetivos e o feedback recebido foi muito positivo” – afirma o estudante. Os criadores pretendem manusear esse método para melhor utilização do programa e prospecção de mais doadores. Além do site, uma página no Facebook  foi criada para aumentar a divulgação do Instituto na qual muitas pessoas compartilharam e também demonstraram interesse na doação.

Renan ressalta que além da página o próximo projeto é desenvolver um aplicativo móvel para facilitar mais o uso do HemoHeroes: “Nós temos muitos planos, tanto como melhorias e novas funcionalidades, ou seja, breve novas atualizações” – planeja.

Sobre a Fecomércio-RS

A Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Rio Grande do Sul é uma entidade sindical, que atua no âmbito econômico, político e social em prol da constante qualificação e crescimento do setor terciário gaúcho. A Fecomércio-RS possui hoje 112 sindicatos filiados e representa mais de 580 mil empresas, geradoras de aproximadamente 1,6 milhão de empregos formais. Atualmente, o Sistema Fecomércio-RS reúne os braços operacionais dos setores de comércio e serviços, Sesc/RS e Senac-RS e conta também com o Instituto Fecomércio de Pesquisa (Ifep) e com o Centro do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RS (Ccergs). Mais informações pelo http://www.fecomercio-rs.org.br/.

Sobre o Senac-RS

O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac) é uma organização de educação profissional que tem o objetivo de colaborar na obra, difusão e aperfeiçoamento do ensino profissional no setor terciário da economia/comércio e serviços. Sua missão é “educar para o trabalho em atividades de comércio de bens, serviços e turismo”. Há 71 anos instalado no Rio Grande do Sul, o Senac-RS é administrado pela Federação do Comércio de Bens e Serviços do Estado (Fecomércio), entidade que conta com 112 sindicatos filiados, representando mais de 580 mil empresas. O Senac-RS possui 43 unidades educacionais, duas faculdades e 25 Balcões de atendimento, somando mais de 60 pontos de atendimento no Rio Grande do Sul.

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Conselho Federal de Medicina agiliza diagnóstico de morte encefálica

Os critérios para diagnóstico de morte encefálica foram alterados nesta terça-feira, 12, pelo Conselho Federal …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas