Home / Blogueiros da Saúde -2014 / “O brasileiro se relaciona mais com a doença do que com a própria saúde”
Patricia Yumi Maeda, gerente de estratégia do Grupo Fleury.

“O brasileiro se relaciona mais com a doença do que com a própria saúde”

Patricia Yumi Maeda, gerente de estratégia do Grupo Fleury.
Patricia Yumi Maeda, gerente de estratégia do Grupo Fleury.

Sabe o jeitinho brasileiro? Aquele que deixa para resolver problemas e situações adversas em cima da hora? Pois é… Já diz o ditado que “prevenir é melhor que remediar”. Logo, fazer um consumo consciente dos serviços em saúde que temos disponíveis é um dever individual.

É preciso levar em conta a precariedade do sistema e aprender a se relacionar mais com a própria saúde, o que acontece muitas vezes apenas quando temos algum sintoma. “Isso ajuda a desafogar um pouco o sistema. Temos que dormir bem, comer bem, buscar harmonia, estar em contato constante com o médico”, indicou Patricia Yumi Maeda, gerente de estratégia, inovação e P&D do Grupo Fleury.

O principal desafio no Brasil hoje é combater doenças crônicas que geram grandes custos para o sistema. Dados do Portal da Saúde do SUS apontam que 72% das mortes no país são decorrência de doenças crônicas não transmissíveis, como a diabetes, o câncer e as doenças circulatórias e respiratórias. Estas doenças representam um custo de 75% para o Sistema único de Saúde, o que equivale a peca de R$ 2.000.000,00 por dia. Por isso o cuidado prévio com a saúde foi salientado pela palestrante no II Encontro Nacional de Blogueiros da Saúde.

 Assista:

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Pesquisa em Células Tronco, o que temos?

É indiscutível a importância das células-tronco para o futuro medicina. Elas podem se dividir e originar …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: