Home / Notícias / Plano de saúde terá que indenizar paciente por demora em autorizar cirurgia

Plano de saúde terá que indenizar paciente por demora em autorizar cirurgia

medico-homem-maca-hospital-size-598O juiz da 13ª Vara Cível de Brasília condenou a Unimed a pagar danos morais, no valor de R$ 10 mil, a paciente com risco de morte, por demora em autorizar troca de válvula e correção cirúrgica de arritmia. A mulher foi diagnosticada com um grave problema cardíaco. O médico especialista recomendou que ela realizasse procedimento cirúrgico. A paciente solicitou autorização do plano de saúde, mas a Unimed não apresentou resposta ao requerimento.

A empresa alegou que a mulher havia encerrado o contatro em 31 de novembro de 2013 e, por isso, não houve a autorização. O magistrado, porém, destacou que o relatório médico alertava para o risco de morte da paciente em caso de atraso da autorização e que o cancelamento do contrato não afastava a responsabilidade da Unimed, pois o pedido administrativo da paciente foi feito em outubro de 2013.

Portanto, segundo o juiz, é inegável a responsabilidade da operadora de saúde em arcar com todos os custos do tratamento recomendado à paciente.

 

FONTE: http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/cidades/2014/10/09/interna_cidadesdf,451660/plano-de-saude-tera-que-indenizar-paciente-por-demora-em-autorizar-cirurgia.shtml

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Conselho Federal de Medicina agiliza diagnóstico de morte encefálica

Os critérios para diagnóstico de morte encefálica foram alterados nesta terça-feira, 12, pelo Conselho Federal …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas