Home / Notícias / CEI Anuncia que o Hospital Sírio-Libanês Introduziu o Uso Rotineiro do Sistema Sanguíneo INTERCEPT

CEI Anuncia que o Hospital Sírio-Libanês Introduziu o Uso Rotineiro do Sistema Sanguíneo INTERCEPT

O Grupo Comércio Exportação e Importação de Materiais Médicos (CEI) no Brasil anunciou hoje que o Hospital Sírio-Libanês oferece agora aos seus pacientes plaquetas com patógenos reduzidos tratadas com INTERCEPT. O hospital, que realiza aproximadamente 2.100 transfusões de plaquetas por ano, é a primeira instituição brasileira a introduzir o uso rotineiro do INTERCEPT.

“A propagação contínua de patógenos emergentes como o Zika, dengue e, agora, febre amarela, pode impactar negativamente a disponibilidade local de plaquetas devido ao adiamento das doações. Por exemplo, as vacinas estão disponíveis para a prevenção da febre amarela e são essenciais para a saúde pública; no entanto, como um banco de sangue, enfrentamos o desafio de adiar doações por até quatro semanas após a vacinação”, afirmou o Dr. Silvano Wendel, Médico Presidente do Instituto de Hemoterapia Sírio-Libanês. “A implantação do Sistema Sanguíneo INTERCEPT irá nos ajudar a manter o estoque de plaquetas durante tais surtos de arbovírus através da mitigação proativa de patógenos que apresentam sérios riscos de infecção tra nsmitida por transfusão. Também implantaremos o INTERCEPT para proteger nosso estoque de plasma e crioprecipitado.”

Em dezembro de 2015, o Sistema Sanguíneo INTERCEPT para plaquetas e plasma foi o primeiro e único sistema de inativação de patógeno a receber a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) para uso comercial no Brasil. A tecnologia demonstrou inativar arbovírus como o da Zika, dengue e o vírus chikungunya.

“Como parte da missão do CEI, devemos apresentar e apoiar tecnologias inovadoras da área médica no Brasil para proteger pacientes de infecções transmitidas por transfusões. Agora, pela primeira vez, um banco de sangue brasileiro tem uma ferramenta para mitigar riscos de transfusão infecciosa devido a patógenos conhecidos e emergentes”, afirmou Paulo Pacheco, Diretor Executivo do CEI. “Estamos orgulhosos por disponibilizar a tecnologia de redução de patógenos em bancos por todo o Brasil e por apoiar o Sírio-Libanês ao disponibilizar aos pacientes plaquetas e componentes do plasma tratados pelo INTERCEPT.”

O Sistema Sanguíneo INTERCEPT reforça o fato de que as plaquetas e o plasma não necessitam de DNA ou RNA funcional, ao contrário dos patógenos e glóbulos brancos do doador geralmente prejudiciais. A redução de patógenos através do Sistema Sanguíneo INTERCEPT foi desenvolvida para bloquear o processo de replicação para que vírus, bactérias e parasitas prejudiciais não sejam capazes de se replicar e causar uma doença.

SOBRE O SISTEMA SANGUÍNEO INTERCEPT

O Sistema Sanguíneo INTERCEPT para plaquetas e plasma, aprovado na Europa desde 2002 e nos Estados Unidos desde 2014, foi desenvolvido para aumentar a segurança de componentes sanguíneos doados ao inativar um amplo espectro de vírus envelopados e não envelopados, bactérias Gram-positivas e negativas, espiroquetas e parasitas, além de glóbulos brancos potencialmente prejudiciais presentes no sangue do doador. O INTERCEPT é composto por conjuntos de processamento de plasma e plaquetas de uso único e um dispositivo de iluminação ultravioleta (UVA) para a preparação ex-vivo e armazenamento de derivados sanguíneos com patógenos reduzidos ou componentes do plasma e plaquetas de aférese. A segurança e a eficácia de plaquetas e plasma tratados com o Sistema Sanguíneo INTERCEPT foram exaustivamente avaliadas em estudos clínicos, monitoradas e ap resentaram-se seguras para uso rotineiro através de programas de hemovigilância abrangendo mais de 500 mil componentes do plasma e plaquetas processados pelo INTERCEPT.

O INTERCEPT e o Sistema Sanguíneo INTERCEPT são marcas registradas da Cerus Corporation.

SOBRE O GRUPO CEI

Fundado em 1991 pelo empreendedor visionário Paulo Cezar Pacheco (que tem mais de 45 anos de expertise na área da saúde), o portfólio de produtos do Grupo CEI é orgulhosamente composto por marcas registradas de prestígio mundial, com direitos exclusivos de distribuição para o Brasil todo. Seu organograma é composto por filiais regionais estrategicamente posicionadas, sua própria equipe de vendas e por assistência técnica especializada.

A empresa é líder no mercado dos produtos que ela comercializa. A busca constante por produtos inovadores, um conceito de vendas integrado e serviços de alta qualidade, com foco nas necessidades e satisfação dos clientes, são as estratégias que consolidaram a empresa no mercado.

SOBRE O HOSPITAL SÍRIO-LIBANÊS

A Sociedade Beneficente de Senhoras Hospital Sírio-Libanês (SBSHSL) é uma Instituição filantrópica brasileira, fundada em 1921, que desenvolve ações integradas de assistência social, de saúde, de ensino e de pesquisa. Referência internacional, o Hospital Sírio-Libanês une a excelência médica e tecnológica com o tratamento humanizado, beneficiando milhares de pacientes que buscam diagnóstico e tratamento em mais de 60 especialidades.

O Instituto Sírio-Libanês de Ensino e Pesquisa tem como missão gerar e difundir conhecimentos e capacitar profissionais de todo o Brasil, além de ampliar e incorporar novas tecnologias, contribuindo para a assistência à saúde. A SBSHSL também atua como parceira do Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do SUS (Proadi-SUS) e possui contratos com as Secretarias Estadual e Municipal de Saúde de São Paulo, para a gestão de unidades públicas de saúde.

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Mulheres na luta contra o câncer

Depois de um mês inteiro dedicado ao combate e à conscientização sobre o câncer de …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas