Home / Tag: saúde pública

Tag: saúde pública

Por que o debate sobre rótulos de alimentos?

A nutricionista Bianca Naves fala sobre a importância de mudanças e melhorias dos rótulos de alimentos Ultimamente, observa-se um crescente interesse por dietas de alimentação saudável. Contudo, paradoxalmente a isso, o aumento das doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) -como obesidade, hipertensão e diabetes – também aumentam a prevalência no país, …

Leia Mais »

Global Forum Fronteiras da Saúde

Entidade civil mobiliza setores público e privado a gerarem soluções práticas que garantam a sustentabilidade da saúde. Poucos brasileiros sabem, mas existe um piso constitucional que determina o valor mínimo obrigatório que o Governo Federal deve destinar anualmente para ações e serviços públicos de saúde (ASPS). Para 2020 esse piso foi estimado …

Leia Mais »

16ª Conferência Nacional de Saúde (8ª+8) será palco de teatro lúdico como ferramenta de enfrentamento à hanseníase

Para enfrentar o estigma e a desinformação que cercam a hanseníase no Brasil, um projeto do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) tem uma receita simples: risadas e educação. Trata-se do Teatro Bacurau, que utiliza de linguagem lúdica para desmistificar questões sobre a doença. A trupe será …

Leia Mais »

Familiares podem facilitar o diagnóstico precoce de idosos com doenças graves

Familiares podem facilitar o diagnóstico precoce de idosos com doenças graves . A atenção aos mínimos sinais durante o envelhecimento pode fazer a diferença no desfecho da doença. Receber o diagnóstico de uma doença rara que não tem cura pode representar um grande desafio na vida do paciente e, em consequência, de sua família. Dependendo do grau de evolução da doença, as limitações que surgem podem impactar sua rotina, além de gerar problemas psicológicos. Por isso, além do acompanhamento médico necessário em todos os casos, os pacientes idosos geralmente precisam do apoio de familiares para se ajustarem aos novos hábitos. Os idosos não são motivos de preocupação apenas para famílias que enfrentam o cotidiano com todos os cuidados que as doenças raras e crônicas podem exigir. Na verdade, devido ao crescimento da população idosa em todo o mundo, essa faixa etária tem merecido atenção em termos de saúde pública. Isso porque, em 7 anos, o Brasil será o sexto país do mundo com maior número de idosos, entre os países com população próxima ou superior a 100 milhões de habitantes, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). Porém, o envelhecimento não resulta, necessariamente, em redução da qualidade de vida e exclusão da vida ativa em sociedade. Justamente para essa nova geração de pessoas que envelhecem de forma ativa, focando na saúde e no bem-estar, o diagnóstico inesperado de uma doença grave e incurável pode ter grande impacto em como esse paciente encara a vida. Diante desse cenário mundial, o pneumologista da Santa Casa de Porto Alegre (RS), Dr. Adalberto Rubin, ressalta o papel da família: "É importante estar atento aos sinais da doença. Doenças raras como a fibrose pulmonar idiopática não podem ser prevenidas, porque ainda não possuem causa conhecida. Contudo, o diagnóstico precoce pode fazer a diferença quando o assunto é rotina dos pacientes". Assim, o especialista indica que os familiares estejam sempre atentos aos pequenos sinais e sintomas dos parentes com idade avançada. . Leia mais no #Blog #Blogueiros #idosos #Saude

Leia Mais »