Home / Notícias / Medicamentos da rede pública de Porto Alegre serão distribuídos apenas para moradores da Capital

Medicamentos da rede pública de Porto Alegre serão distribuídos apenas para moradores da Capital

A partir de 1º de outubro, os medicamentos disponíveis na rede pública de saúde de Porto Alegre serão disponibilizados apenas aos moradores da Capital gaúcha. A medida faz parte das novas regras para distribuição de remédios na rede pública, detalhadas em entrevista coletiva na manhã desta terça-feira pelo secretário municipal de Saúde, Fernando Ritter.

blog

Em nota, a prefeitura aponta que os mecanismos de controle nas principais farmácias distritais apontam que pelo menos 40% dos medicamentos distribuídos gratuitamente são retirados por usuários de outras cidades.

“Esta distorção tem trazido graves prejuízos para a rede de saúde em Porto Alegre. Por isso estamos fazendo uma reorganização geral no sistema, para garantir que os recursos que estamos gastando a mais sejam aplicados na melhoria da qualidade do atendimento para os cidadãos da Capital”, salientou Ritter. O secretário destacou que a população será informada nas unidades sobre as alterações ao longo do mês de setembro.

O Executivo municipal aponta que o gasto de Porto Alegre com medicamentos aumentou 100% nos últimos 4 anos. Só em 2014, a Capital aplicou R$ 12 milhões além do que recebeu em repasses, totalizando R$ 26 milhões. Em vez de aportar R$ 2,36 por habitante, Porto Alegre vem gastando R$ 11,00 per capita. Os valores repassados pela União para compra de medicamentos não têm correção desde 2010. Ao longo desse período, o aumento no custo real com a compra teve variações de 8 a 600%.

Fonte: jcrs.uol

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Conselho Federal de Medicina agiliza diagnóstico de morte encefálica

Os critérios para diagnóstico de morte encefálica foram alterados nesta terça-feira, 12, pelo Conselho Federal …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas