Home / Notícias / Centro de Medicina Nuclear da Guanabara investe em novos aparelhos e amplia o atendimento à população

Centro de Medicina Nuclear da Guanabara investe em novos aparelhos e amplia o atendimento à população

Rede de exames complementares ganha nova unidade, na Estrada do Portela, em Madureira

Após um investimento de cerca de R$ 26 milhões na renovação do seu parque tecnológico, em 2013, o Centro de Medicina Nuclear da Guanabara (CMNG) vem ampliando sua capacidade de atendimento à população. Acaba de ser inaugurada, na Estrada do Portela 418, em Madureira, a 11ª unidade da rede. Com cerca de mil metros quadrados e três andares, a nova unidade terá capacidade para 300 atendimentos diários, e contará com exames de ressonância magnética, tomografia, raios  X, densitometria óssea, ultrassonografia, mamografia e outros procedimentos da saúde da mulher. O investimento no novo endereço gira em torno de R$ 5 milhões.

– Há um crescimento na procura por bons serviços de saúde no Rio de Janeiro, e o Centro de Medicina está em expansão justamente para poder atender a essa demanda. A unidade de Madureira, por exemplo, vai receber pacientes de inúmeros bairros da Zona Norte, que antes ficavam restritas as unidades da Tijuca e Centro – conclui o diretor administrativo-financeiro, Vinicius Ricco.

Ricco lembra que o Call Center da rede também foi ampliado. Outra melhoria foi a aquisição de cadeiras de ressonância magnética para exames de membros inferiores e superiores, disponíveis nas unidades do Centro (Rua Buenos Aires), Tijuca e Campo Grande. Com a tecnologia, pacientes claustrofóbicos, obesos, idosos e crianças não precisam se submeter ao exame no tradicional túnel de ressonância. Muitos pacientes fóbicos adiavam o exame, por medo da sensação de aprisionamento, e acabavam atrasando o diagnóstico.

– Nosso objetivo é oferecer sempre o melhor serviço aos pacientes, por isso fazemos investimentos periódicos, para colocar sempre o que tem de melhor à disposição da população. Somos referência na realização de exames por meio de imagem, o que aumenta a nossa responsabilidade em investir na atualização tecnológica, bem como na contratação de profissionais qualificados – explica Ricco.

A direção do CMNG também tem planos para construir unidades em Bangu e São Gonçalo, que devem realizar por mês cerca de 18 mil exames, através de convênio com várias operadoras de saúde.

 

Sobre o CMNG

Pioneiro na realização de exames por meio de imagens, o Centro de Medicina Nuclear da Guanabara (CMNG) se notabilizou no mercado como umas das mais respeitadas redes de exames complementares do país.

A rede, por exemplo, foi a primeira a oferecer ao mercado fluminense a Tomografia por Emissão de Pósitrons (PET-TC). O aparelho é capaz de identificar e monitorar o tratamento de vários tipos de câncer, além de problemas cardíacos e neurológicos. Considerado um dos equipamentos mais modernos do mundo nessa área, possibilita melhoria notável no diagnóstico e reduções nos custos do tratamento, por selecionar precocemente o mais adequado para cada caso.

Esse espírito pioneiro é constante: no passado o CMNG realizou também os primeiros diagnósticos sofisticados de Cardiologia do Rio de Janeiro, como a Radiocardiografia e a Cintigrafia do miocárdio. Saiu na frente também na oferta de outros tipos de exames como os relativos a funções pulmonares (Cintigrafia de Perfusão e de Vias Aéreas por Inalação); Cintigrafia de Vias Biliares; Estudos Renais Dinâmicos com Traçadores e Radioimunoensaios.

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Uma luz no fim do túnel. Será?

O Ministério da Educação anunciou dias atrás o congelamento de vagas de medicina no País. …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas