Home / Notícias / Fiocruz recebe eventos internacionais sobre ética e história da saúde global

Fiocruz recebe eventos internacionais sobre ética e história da saúde global

A Casa de Oswaldo Cruz e o Centro de Relações Internacionais da Fiocruz promovem nos dias 5 e 6 de maio dois seminários internacionais sobre bioética e hanseníase.

Os eventos integram as séries WHO Global Health Ethics e WHO Global Health Histories, organizadas pelo Centre for Global Health Histories da Unividade de York e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

As palestras serão transmitidas ao vivo pela internet. As atividades têm início em 5 de maio, às 9h30, no auditório do Museu da Vida, no campus da Fiocruz em Manguinhos, no Rio de Janeiro, com a presença do presidente da Fundação, Paulo Gadelha, do diretor da COC, Paulo Elian, e do diretor do Centre for Global Health Histories da Universidade de York, Sanjoy Bhattacharya.

Em sua quarta edição, o seminário Global Health Ethics coloca em pauta a bioética. Para falar sobre o tema, receberá, no mesmo dia, das 10h às 12h30, Carla Saenz, da Organização Pan-Americana da Saúde (Opas), Abha Saxena, da OMS, e Sergio Rego, da Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca (Ensp/Fiocruz). A mesa terá como moderador o diretor do Centro de Relações Internacionais em Saúde (Cris/Fiocruz), Paulo Buss.

O seminário Global Health Ethics busca constituir-se em um fórum no qual especialistas em ética e profissionais de saúde pública de diferentes partes do mundo possam se reunir para buscar respostas para importantes questões morais e éticas que surgem em períodos de crises de saúde globais.

As apresentações e o debate entre os participantes serão seguidos do lançamento do livro Public health ethics: cases spanning the globe, organizado pela Opas. A obra destaca questões e dilemas que surgem nas práticas de saúde pública e pretende ser uma ferramenta de suporte para a educação, o debate e o diálogo nesse campo.

Em 6 de maio, de 10h a 12h30, o seminário Global Health Histories discutirá a hanseníase. Moderada pelo pesquisador da COC e editor científico da revista História, Ciências, Saúde – Manguinhos, Marcos Cueto, a mesa terá como convidados Euzenir Sarno, do Laboratório de Hanseníase do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), Mirta Roses Periago, assessora sênior em saúde global do Fundo Global, e Rosa Castália F. R. Soares, da Coordenação Geral de Hanseníase e Doenças em Eliminação, vinculada ao Ministério da Saúde.O seminário reúne pesquisadores e formuladores de políticas públicas com o objetivo de demonstrar como o entendimento da história da saúde pode prover respostas aos desafios de hoje e ajudar a construir um futuro mais saudável para todos, especialmente os mais vulneráveis.

O evento se encerra com o lançamento do livro Leprosy – a short story/Lepra (hanseníase) – uma breve história, organizado pelo Centre for Global Health da Universidade de York e pela Casa de Oswaldo Cruz. A obra apresenta uma coleção de breves ensaios que oferecem uma perspectiva crítica sobre a doença, explorando seu impacto na sociedade do período medieval à atualidade.

Fonte: Jornal do Brasil

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Macacos não transmitem a febre amarela, alerta o Ministério da Saúde

O fechamento de parques no entorno de São Paulo, em decorrência da morte de macacos com …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas