Home / Notícias / Neste feriado de 9 de julho, doe sangue e salve vidas!

Neste feriado de 9 de julho, doe sangue e salve vidas!

Que tal aproveitar o feriado desta sexta-feira, 9 de julho, para doar sangue e salvar vidas? O Banco de Sangue de Ribeirão Preto, estará aberto, funcionando normalmente, para receber os doadores que se disponibilizarem a praticar esse gesto solidário, das 7h às 18h, na Rua Quintino Bocaiuva, 975.

O procedimento não dói e é rápido, dura em média 40 minutos. Ainda sobra tempo para descansar e estar ao lado da família.

Com a chegada do inverno, as doações de sangue são ainda mais necessárias. Se em razão da pandemia, já havia uma queda considerável nas doações, agora, com as temperaturas mais frias, as doações tendem a cair mais ainda, pois, no aconchego dos seus lares, as pessoas se esquecem de efetuar essa importante prática solidária que pode salvar até 4 vidas.

Com o início das temperaturas mais baixas, já é possível perceber uma queda de 30% nas doações. São necessárias 70 doações diárias, para atender com equilíbrio às demandas dos pacientes internados nos hospitais em tratamentos clínicos, o que raramente vem acontecendo.

Selo Covid Free

O Banco de Sangue de Ribeirão Preto segue todos os protocolos sanitários contra a Covid-19 e por isso acaba de conquistar o selo Covid Free de Excelência, que é concedido às instituições que mantêm boas práticas preventivas para o enfrentamento ao novo coronavírus.

A unidade atende cinco hospitais entre públicos, privados e filantrópicos em Ribeirão Preto. Recentemente, passou a atender também o Hospital Beneficência Portuguesa.

Requisitos básicos para doação de sangue:

• Apresentar um documento oficial com foto (RG, CNH, etc.) em bom estado de conservação;

• Ter idade entre 16 e 69 anos desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos (menores de idade precisam de autorização e presença dos pais no momento da doação);

• Estar em boas condições de saúde;

• Pesar no mínimo 50 kg;

• Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas;

• Após o almoço ou ingestão de alimentos gordurosos, aguardar 3 horas. Não é necessário estar em jejum;

• Se fez tatuagem e/ou piercing, aguardar 12 meses. Exceto para região genital e língua (12 meses após a retirada);

• Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses;

• Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias;

• Não ter tido Doença de Chagas ou Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST);

• Não ter diabetes em uso de medicações;

• Aguardar 48h para doar, caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

Consulte nossa equipe em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.

Critérios específicos para o CORONAVÍRUS:

• Candidatos que apresentaram sintomas de gripe e/ou resfriado devem aguardar 30 dias após cessarem os sintomas para realizar doação de sangue;

• Aguardar 48h para doar, caso tenham tomado a vacina Coronavac/Sinovac e 7 dias caso tenham tomado a Astrazeneca, Pfizer ou Janssen;

• Candidatos que viajaram para o exterior devem aguardar 14 dias após a data de retorno para realizar doação de sangue;

• Candidatos à doação de sangue que tiveram contato, nos últimos 30 dias, com pessoas que apresentaram diagnóstico clínico e/ou laboratorial de infecções pelos vírus SARS, MERS e/ou 2019-nCoV, bem como aqueles que tiveram contato com casos suspeitos em avaliação, deverão ser considerados inaptos pelo período de 14 dias após o último contato com essas pessoas;

• Candidatos à doação de sangue que foram infectados pelos SARS, ERS e/ou 2019-nCoV, após diagnóstico clínico e/ou laboratorial, deverão ser considerados inaptos por um período de 30 dias após a completa recuperação (assintomáticos e sem sequelas que contraindique a doação).

Serviço

  • Banco de Sangue de Ribeirão Preto
  • Endereço: Rua Quintino Bocaiúva, 975 – Vila Seixas
  • Telefones: (16) 3977-5900 | WhatsApp: (16) 99702-0830
  • Atendimento: das 7h às 18h, de segunda-feira a sábado

Fonte: Assessoria de Imprensa.

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Live discute o impacto da falta de medicamentos para os pacientes com doenças crônicas

Impacto da falta de medicamentos para os pacientes com doenças crônicas O Movimento Medicamento no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *