Home / Eventos / Substâncias ilícitas podem causar problemas cardíacos

Substâncias ilícitas podem causar problemas cardíacos

Especialista explica, no Congresso da Socesp, quais são as consequências do uso de drogas para o organismo.

Maconha, cocaína, crack, anfetamina e LSD, além de causarem dependência química, podem gerar graves problemas ao sistema cardiovascular. É sobre esse tema que o psicólogo Rafael Trevizoli Neves, diretor científico do Departamento de Psicologia da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), discorrerá no congresso anual da entidade, no Transamérica Expo Center, entre 20 e 22 de junho.

De acordo com o especialista, as alterações da maconha estão mais relacionadas ao ritmo cardíaco, com a ocorrência de arritmias. A cocaína e o crack, além de arritmias, aumentam o risco de infarto e causam prejuízo ao funcionamento do coração (disfunções valvares e insuficiência cardíaca), assim como as anfetaminas e o LSD.

“O uso de substâncias ilícitas aumenta os riscos de doenças cardiovasculares, principalmente em decorrência das alterações no sistema nervoso simpático que essas drogas promovem”, explica o psicólogo. Durante a apresentação, as consequências do uso de drogas e sua relação com a frequência e o tempo de consumo serão discutidas.

Também serão abordadas possibilidades de atuação com pacientes internados por alterações cardiológicas em decorrência da dependência química. “O maior desafio é articular o tratamento clínico com a abordagem da dependência, como a abstinência e o encaminhamento para a Rede de Atenção Psicossocial”, explica Neves.

Destaques dessa edição do Congresso da Socesp

Nesta edição do congresso, a grande novidade é a Arena Inovação e Tecnologia, que apresentará cerca de 15 startups da área de saúde com soluções em Digital Health, incluindo aparelhos, aplicativos e novidades em imagem. O evento conta com mais de 160 atividades para o público médico, 100 atrações para profissionais de outras áreas da saúde e oito palestrantes internacionais para debater e trocar experiências sobre formas de reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares.

São esperados mais de sete mil profissionais da saúde de todo o Brasil, salienta Dra. Lilia Nigro Maia, presidente do evento, revelando: “A programação científica foi preparada por equipe multidisciplinar, formada por profissionais referenciais em sua área de atuação”.

Para o cardiologista José Francisco Kerr Saraiva, presidente da Socesp, o propósito do encontro anual é contemplar especialistas veteranos e jovens profissionais, dando luz às evidências científicas que podem melhorar a prática clínica. “A discussão das novas tecnologias é essencial para demonstrar novos modelos que facilitem o exercício da cardiologia e reduzam a mortalidade por doenças cardiovasculares em todo o mundo”, afirma.

Além da Arena Inovação e Tecnologia, haverá sessões como hands on, medicina de consultório, palestras em 21 arenas e atividades voltadas aos acadêmicos. Debates e colóquios também contemplam uma programação especial, incluindo grandes plenárias e palestrantes internacionais. No último dia do evento, haverá palestras de diferentes temas, com um resumo do que foi tratado durante todo o congresso.

De acordo com a Dra. Maria Cristina Izar, diretora científica do 40º Congresso da Socesp, “as atividades convidam para uma imersão em assuntos que contribuem para a melhora da qualidade assistencial, com apresentação de estudos que causam impacto à nossa prática, além de trabalhos originais que engrandecem a cardiologia de nosso país”.

Para o Dr. José Francisco Kerr Saraiva, o congresso é muito importante também na formação de pesquisadores e jovens cientistas. “São oferecidos amplos espaços, com o propósito de mostrar as tendências naquilo que existe de melhor na produção científica nacional”, afirma.

Serviço

40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp).

Data: 20 a 22 de junho.

Local: Transamérica Expo Center.

Endereço: Av. Dr. Mário Villas Boas Rodrigues, 387 – Santo Amaro – CEP 04757-020.

Acesso pela Av. das Nações Unidas (Marginal Pinheiros), Ponte Transamérica.

Informações: http://socesp2019.socesp.org.br/

Fonte: Assessoria de Imprensa 

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Nova gestão do Ministério da Saúde irá ampliar o diálogo, a participação social e revela as prioridades recomendadas para 2023

Perspectiva para a saúde em 2023, é tema debatido durante a 337º Reunião Ordinária do …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco
Suporte aos Pacientes
Olá, envie a sua mensagem para o nosso Programa de Suporte aos Pacientes