Home / Notícias / Inclusão de um novo tratamento para uveítes no plano de saúde, é tema da consulta pública nº 81 da ANS 

Inclusão de um novo tratamento para uveítes no plano de saúde, é tema da consulta pública nº 81 da ANS 

Inclusão de um novo tratamento para uveítes no plano de saúde, é tema da consulta pública nº 81 da ANS 

ANS recebe até o dia 21 de novembro, contribuições para a inclusão do medicamento biológico adalimumabe no plano de saúde para o tratamento da uveítes não infecciosa intermediária posterior ou panuveítes

A uveíte forma um grupo de doenças caracterizadas pela inflamação  da camada média do olho, chamada úvea, ou de uma das suas partes (íris, corpo ciliar ou coroide). A uveíte pode causar redução ou perda da visão e é a terceira causa de cegueira em todo o mundo. Os pacientes adultos com uveíte que não responderam ao tratamento com corticosteroides, ou aqueles para os quais os corticoides não são indicados, precisam de novas opções de tratamento. 

Em atenção a solicitação da Sociedade Brasileira de Uveítes, a ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), solicita a opinião de pacientes, médicos e a da sociedade civil em geral a respeito da inclusão da terapia imunobiológica com adalimumabe para o tratamento de uveítes não infecciosa intermediária posterior ou panuveítes com doença ativa devido à resposta inadequada aos corticosteroides ou em adultos com doença inativa que necessitem de redução/retirada de corticosteroides.

Participe, enviando a sua contribuição até o dia 21 de novembro de 2020, para facilitar sua participação, recomendamos seguir o passo a passo descrito abaixo: 

  1. Role a página até encontrar, “Envie o seu comentário”, 
  • Selecione o nome do medicamento – doença.
    Informe se concorda ou discorda da recomendação da ANS de incluir adalimumabe no plano de saúde para tratamento das uveítes.
  • Preencha o campo justificativa e os detalhes de sua experiência com a doença, informando ainda, os motivos pelos quais você acredita ser importante ter acesso a estes medicamentos nos planos de saúde.
  • Clique em incluir comentário, e preencha os campos com os seus dados de identificação.
  1. Envie sua contribuição.

Saiba mais sobre as Uveítes 

Uveíte: doença ocular que pode estar associada a doenças reumáticas e é uma das principais causas de cegueira no mundo

O que é:  Uveíte é uma doença inflamatória que pode comprometer totalmente a úvea ou uma de suas partes (íris, corpo ciliar e coroide). Em alguns casos, a inflamação atinge também o nervo óptico e a retina. A uveíte é classificada em anterior, intermediária e posterior, conforme o segmento ocular em que o distúrbio se manifesta, e pode ocorrer num olho ou nos dois olhos.  Segundo OMS, é a terceira causa de cegueira no mundo, depois do glaucoma e retinopatia diabética. pois pode levar a complicações como catarata, glaucoma, perda progressiva da visão e cegueira.  Pode ocorrer em ambos os sexos, em qualquer idade, mas sabe-se que são mais frequentes em adultos jovens (até 45 anos).

Grupos de Risco: As uveítes podem aparecer em qualquer idade, desde o nascimento até a velhice, e igualmente em ambos os sexos, mas são mais frequentes no adulto jovem.  Sabe-se que pode estar associada a doenças reumáticas, como espondiloartrites, artrite reumatoide e lúpus eritematoso

Causas:  Não se conhece a causa de grande parte das uveítes. Segundo a Sociedade Brasileira de Uveítes, as doenças autoimunes são a causa mais comum de uveíte anterior no Brasil, enquanto toxoplasmose é a causa mais comum de uveíte posterior.

Sintomas: Hiperemia (olho vermelho); Fotofobia (sensibilidade à luz); Dor; Visão turva, embaçada; Pequenos pontos escuros que se movimentam.

Diagnóstico:  Olho vermelho e dor são sintomas comuns nos quadros de uveítes e conjuntivites.  Estabelecer o diagnóstico diferencial é de extrema importância, uma vez que as uveítes, quando não tratadas, podem comprometer a visão definitivamente.

O diagnóstico diferencial também é importante para determinar as enfermidades sistêmicas, reumatológicas ou neoplasias que podem ser a causa primária de graves alterações oculares.

Tratamento: A conduta terapêutica varia de acordo com a causa das uveítes e pode exigir a orientação do oftalmologista e de um especialista na doença de base, pois o tratamento ocular promove apenas o alívio dos sintomas, se a causa primária não for resolvida. 

Sobre a Consulta Pública nº 81 da ANS 

O Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde define a cobertura obrigatória para todos os planos de saúde no Brasil, atualmente o rol é composto por uma lista de 3.336 itens, que garante, o tratamento das doenças e condições em saúde, que constam na Classificação Internacional de Doenças (CID-10).   

O Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde é atualizado pela ANS, a cada 2 anos, neste ciclo 2019-2020 foram realizadas 27 reuniões, onde foram realizadas a apreciação inicial das 185 tecnologias em consulta pública. As reuniões para atualização do ROL da ANS, fazem parte de um processo democrático que conta com  a participação dos autores das propostas de incorporações, operadoras de saúde e dos membros da Câmara de Saúde Suplementar (CAMSS). 

Participe da consulta pública e deixe a sua contribuição para a ampliação do acesso nos planos de saúde.
http://www.ans.gov.br/participacao-da-sociedade/consultas-e-participacoes-publicas/consulta-publica-n-81-atualizacao-do-rol-de-procedimentos-e-eventos-em-saude-ciclo-2019-2020 

RE_216_Adalimumabe_Uveite

Referências:

    1. Rosenbaum JT, Bodaghi B, Couto C, et al. New observations and emerging ideas in diagnosis and management of non-infectious uveitis: A review. Semin Arthritis Rheum. 2019 Dec;49(3):438-445
    2. Jaffe GJ, Dick AD, Brézin AP, et al. N Engl J Med. 2016:8;375:932-43.
    3. Jabs DA, Rosenbaum JT, Foster CS, et al. Am J Ophthalmol. 2000 Oct;130(4):492-513. 

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Dia Mundial da Alergia, médico explica como ar seco favorece alergia ocular

Incomodo pode até gerar casos mais graves, como ceratocone e conjuntivites A temporada outono inverno …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale Conosco
Suporte aos Pacientes
Olá, envie a sua mensagem para o nosso Programa de Suporte aos Pacientes