Home / Notícias / Secretaria oferece argiloterapia pelo SUS

Secretaria oferece argiloterapia pelo SUS

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) oferta aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) cuidados com a argiloterapia. A argiloterapia consiste num tratamento estético que utiliza produtos à base de argila para cuidar da pele e dos cabelos. Existem dois tipos de procedimento, a que é realizada no rosto e corpo, chamada de argiloterapia corporal e a que é realizada no cabelo.

A argiloterapia corporal desinflama e desintoxica a pele, enquanto a argiloterapia no cabelo remove as impurezas dos fios, deixando o cabelo macio, brilhoso e saudável.

A gestão municipal é pioneira com a oferta deste serviço. Aos usuários do SUS é ofertado à argiloterapia corporal aplicada no rosto e pode ser feita tanto em mulheres quanto homens, não havendo contraindicação.

A prática acontece nas Academias da Saúde do Geisel e do Colinas do Sul, nos Centro de Praticas Integrativas e Complementares (CPICs), nos grupos de convivência nas unidades de saúde e nas ações de promoção da saúde. Para ter acesso ao cuidado, o usuário pode ir diretamente ao serviço, sem ser necessário encaminhamento prévio. Para saber se o grupo de convivência da sua USF disponibiliza, basta questionar ao Gerente Saúde.

“As argilas têm uma forte capacidade de absorver e remover toxinas, metais pesados e impurezas, ao mesmo tempo em que transferem para a pele diversos minerais e nutrientes benéficos”, explica a fisioterapeuta, responsável pela aplicação da argiloterapia, Ivolita Maia.

“Por ter uma alta concentração de minerais como titânico, cobre, magnésio, zinco, cálcio, potássio, entre outros, a argila tem diversos efeitos como a absorção da oleosidade, pois ela limpa, esfolia, previne contra manchas, acalma e ativa a circulação melhorando a vitalidade da pele”, conclui a fisioterapeuta.

A argiloterapia no rosto consiste na aplicação de argila medicinal diretamente sobre a pele, para desinflamar, desintoxicar e melhorar a circulação sanguínea e diminuir o envelhecimento da pele.

Os tratamentos com argila são indicados para o tratamento da pele seca, acne ou de outros problemas de pele como psoríase, sendo também ideal para acabar com o cansaço, relaxar e até tratar a dor nas costas, nos casos da argiloterapia no corpo.

De acordo com Ivolita Maia, existem diferentes tipos de argila que podem ser utilizados nos tratamentos estéticos, e cada tipo apresenta os seus benefícios e propriedades específicas. O tipo de argila aplicada varia de acordo com a necessidade de cada pessoa.

Tipos de argila e suas propriedades:

Argila Branca: apresenta propriedades cicatrizantes e antisséptica, que promovem a regeneração, limpeza e cicatrização da pele. Este tipo de argila é especialmente indicado para o tratamento da acne ou para o clareamento da pele, melhorando também a circulação sanguínea.

Argila Verde ou Cinza: é rica em silício e zinco, o que faz com que apresente propriedades adstringentes e purificadoras. Por esta razão, são especialmente indicadas para controlar a oleosidade, purificar a pele e tratamento da acne. Quando aplicadas no corpo, elas ajudam a melhorar a elasticidade da pele e a combater a celulite.

Argila Vermelha: é rica em óxido de ferro, e por isso é especialmente indicada para o tratamento da vermelhidão e rubor facial. Apresenta propriedades tensoras, e uma ação que regula o fluxo sanguíneo e vascular. Quando aplicada no corpo, esta argila ajuda a reduzir a flacidez e a ativar a micro circulação.

Argila amarela: é rica em silício e potássio, apresentando propriedades que remineralizam o colágeno da pele. Por esta razão, esta argila nutre a pele em profundidade, ajudando na reconstituição celular e combatendo o envelhecimento da pele. É ótima para remover impurezas e purificar a pele.

Argila Roxa: é rica em magnésio, e por isso é ideal para melhorar o aspecto da pele, dando-lhe uma aparência mais jovem e radiante. Possui uma ação iônica, estimulante e nutritiva, sendo usada na eliminação de toxinas, impurezas do corpo e para nutrição da pele.

Fonte: http://www.maispb.com.br/254774/secretaria-oferece-argiloterapia-pelo-sus.html

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Mais de 50 mil AVCs podem ser evitados por ano no Brasil – entenda como

Figurando há anos como uma das principais causas de morte no país, o acidente vascular …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas