Home / Notícias / Um novo momento se abre, pautado agora por critérios técnicos, afirma presidente da Abrasus

Um novo momento se abre, pautado agora por critérios técnicos, afirma presidente da Abrasus

Imaginem esta situação: uma mãe está em casa, e o filho de 15 anos começa a se comportar de maneira agitada, diz que está ouvindo vozes e mostra uma força que assusta a mulher. Com a ajuda de vizinhos, ela consegue colocar o menino no carro e levá-lo à emergência de saúde mental do Pronto Atendimento Cruzeiro do Sul (PACS), uma das raras que atendem os casos na saúde pública em Porto Alegre.

No local, superlotado por pacientes adultos, não há área adequada para cuidados de adolescentes, e o garoto acaba sendo colocado em um consultório, onde outros como ele também estão sendo acompanhados por falta de estrutura. Muitos casos ali são de garotos dependentes químicos, exemplos das tragédias que passamos a assistir desde o advento de drogas como o crack.

 Não é nestes ambientes que se prestará o atendimento ao garoto e a tantos outros pacientes com transtornos mentais, muitos que tentaram suicídio, por exemplo, outro grave problema de saúde pública. Garantir estrutura de atendimento adequada, especializada e onde pacientes como este garoto e tantos outros terão é vital e há muito tempo buscamos.

Por isso, as recentes medidas aprovadas nas diretrizes do Ministério da Saúde que incluíram hospitais psiquiátricos entre os pontos para atendimento a estes doentes são um avanço para os cuidados que tanto estes doentes necessitam.

 O que é fundamental é alcançar a quem está em sofrimento ambientes preparados e estruturados para a assistência em saúde mental. Se for preciso internação – que hoje é por prazo muito curto –, que isto esteja disponível no momento que houver a indicação médica.

 As diretrizes apontam que deverão ser disponibilizadas unidades ambulatoriais específicas, ampliados e modernizados hospitais psiquiátricos, além de melhorar a estrutura das áreas nos hospitais gerais. Tudo, claro, dependerá de verbas públicas e equipes de atendimento.

 Temos convicção que um novo momento se abre, pautado agora por critérios técnicos, que alcancem o que a medicina e as terapêuticas já possibilitam. A dignidade e os direitos dos pacientes começam a ser resgatados.

Fonte: https://gauchazh.clicrbs.com.br/opiniao/noticia/2017/12/um-novo-momento-se-abre-pautado-agora-por-criterios-tecnicos-afirma-presidente-da-abrasus-cjbcpdri901bx01lsa1c3ixnn.html

Sobre Priscila Torres

mm
O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR. Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social "Jornalismo" na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

União deixou de aplicar, nos últimos 15 anos, cerca de R$ 174 bilhões na Saúde

A organização Contas Abertas divulgou, recentemente, que entre os anos de 2003 e 2017 o …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas