Home / Utilidade Pública / Você sabia que 1% da população mundial gagueja?

Você sabia que 1% da população mundial gagueja?

GagueiraVocê sabia que 1% da população mundial gagueja? Gagueira não tem graça, tem cura. Isaac Newton, Aristóteles, Rei Jorge VI, Bruce Willis, Murilo Benício, Julia Roberts e Marylin Monroe, todos sofreram com o distúrbio. Saiba mais:

A gagueira é uma disfunção na fluência e na temporização da fala: a pessoa tem dificuldade de ligar as palavras e frases dentro do tempo usual de cada som pronunciado.

Gagueira não tem graça, tem cura: a pessoa gaga se esforça muito para conseguir pronunciar as palavras, podendo repetir sílabas, pronunciar alguns sons em um tempo maior que o comum e interromper palavras no meio da frase. Esse problema atinge principalmente pessoas do sexo masculino e pode ter várias causas, por fatores genéticos, orgânicos, sociais e psicológicos.

Portadores da disfunção não costumam apresentar problemas de inteligência, e muitos artistas famosos e grandes oradores eram ou são gagos, como: Isaac Newton, Aristóteles, Rei Jorge VI, os atores Bruce Willis, Murilo Benício, Julia Roberts e Marylin Monroe.

A psicóloga da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, Rita Calegari, explica que a partir do primeiro ano de idade, quando a criança começa a tentar falar, a gagueira já pode ser identificada e tratada. Porém, nessa fase inicial de aquisição da linguagem, é normal ter dificuldade para pronunciar as palavras corretamente, e nem sempre isso é um sinal do distúrbio: “Se a criança apresentar gagueira quando começar a falar, os pais devem observar por pelo menos seis meses. Se a gagueira não desaparecer, um fonoaudiólogo deve ser consultado para efetuar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado”.

Segundo a psicóloga, a fase de gagueira durante o desenvolvimento da fala pode acontecer em razão do amadurecimento da linguagem da criança ou mesmo por ser exposta a situações de estresse, que acabam afetando sua fluência e ritmo de linguagem.

Mesmo os adultos, quando são expostos a situações de forte impacto emocional, podem gaguejar, como ao falar em público ou ser surpreendido com uma pergunta embaraçosa.

Caso isso ocorra com a criança, os pais devem resistir à tentação de chamar sua atenção negativamente, o que reforça a dificuldade de linguagem e gera mais pressão e impacto psicológico – e contribuiu para aumentar a incidência da gagueira.

Caso a situação não seja pontual, um psicólogo e fonoaudiólogo devem ser consultados, porque a criança pode não estar lidando bem com o estresse e, nesse caso, é necessário investigar o que a está atrapalhando emocionalmente e afetando sua linguagem. “Assim, se já houver algum comprometimento da linguagem em progresso, poderá ser tratado precocemente, evitando sofrimento e exposição, já que a criança gaga pode sofrer na relação com os amiguinhos em razão da sua dificuldade”, explica Rita.

Introversão, timidez, insegurança, baixa autoestima, dificuldades de aprendizado e no relacionamento interpessoal são algumas das possíveis consequências da gagueira no desenvolvimento humano, variando conforme a frequência e intensidade da gagueira, do suporte emocional que a pessoa recebe de sua família e das expectativas de sua própria personalidade.

A linguagem é uma habilidade muito importante para o desenvolvimento. Quando a dificuldade de fala é significativa, deve ser tratada o quanto antes, para que o impacto negativo seja reduzido e a pessoa encontre formas de superar barreiras e contornar a sua dificuldade.

Fonte: Assessoria do Hospital São Camilo

Sobre Priscila Torres

mm

O diagnóstico de uma doença crônica, em 2006, me tornou, blogueira e ativista digital da saúde. Sou idealizadora do Grupo EncontrAR e Blogueiros da Saúde. Vice-Presidente do Grupar-RP, presidente do EncontrAR.
Apaixonada por transformação social, graduanda em Comunicação Social “Jornalismo” na Faculdades Unidas Metropolitanas.

Além disso, verifique

Medicamentos na internet: nem todos podem vender

O comércio de medicamentos diretamente para o usuário é uma atividade exclusiva de farmácias e …

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas